Category: blog

Como usar xadrez com estilo

Entenda como usar xadrez em combinações interessantes para todos os tipos de ocasião

 

Símbolo máximo da moda grunge, a estampa xadrez passeia por diferentes estilos e propostas sem restrições, sendo suficientemente versátil para fazer parte de looks que vão dos despojados aos formais. Entender como usar o xadrez a seu favor, portanto, é essencial; pois, ao transitar facilmente por diferentes tribos e ocasiões, a padronagem também oferece mais opções de uso e de erros.

Embora o exagero não seja recomendado, não é impossível montar um look elegante e completamente xadrez; e a mistura de cores da mesma estampa pode ser uma opção para as mulheres mais ousadas – sempre lembrando de manter ao menos uma cor em comum nas duas estampas. Mas as regras que indicam as melhores opções de como usar xadrez são abertas, e a combinação de diferentes desenhos da mesma estampa também pode funcionar muito bem, trazendo mais interesse e destaque ao look.

No entanto, juntar duas peças com estampa xadrez do mesmo desenho e nas mesmas cores pode ser uma receita para o desastre, compondo um look com ares de pijama – e não no bom sentido. Estampas xadrezes que misturam tonalidades mais neutras são uma boa pedida para quem busca um estilo mais elegante, e a clássica estampa da grife Burberry é um ótimo exemplo de como a padronagem pode ser usada de uma maneira mais formal.

Respeitar as formas do corpo na hora de escolher o look também é importante quando o xadrez entra na combinação, e as mulheres gordinhas devem ter atenção redobrada para não errar. Com isso em mente, vale lembrar que optar por cores mais escuras da estampa pode ser uma boa alternativa para que o efeito de volume característico do xadrez não amplie demais ou desvalorize as silhuetas mais cheinhas.

 

Imagem: Reprodução

Colares e decotes – Como combinar sem errar

Saiba como combinar colares e decotes para valorizar seus looks e manter a elegância no dia a dia

 

Acessórios são itens maravilhosos para quem gosta de se vestir bem e de manter a elegância com uma boa dose de estilo. Em muitos casos, a simples presença de um brinco ou sapato marcante pode transformar e tornar um look básico interessante, e saber como combinar colares e decotes é essencial para as mulheres que gostam desse acessório e já conhecem o seu poder.

Disponíveis em uma variedade imensa – incluindo gargantilhas, modelos curtos, longos, sobrepostos ou maxi -, os colares são um prato cheio para quem gosta de chamar a atenção pelos detalhes. Mas é justamente a grande quantidade de opções desse acessório que faz com que muitas mulheres não consigam entender como combinar colares e decotes, exibindo looks “errados” que poderiam ser perfeitos com um entendimento melhor desse aspecto.

Os tops com detalhes na gola fazem parte do grupo das peças mais perigosas para usar com colares, já que o exagero de detalhes e o acúmulo de pontos de foco na região do colo geram um visual pouco elegante em praticamente 100% dos casos. Portanto, se a blusa já tiver detalhes na área, guarde seu colar para outra ocasião e aposte em outro tipo de acessório para o look.

Opções mais básicas de top, no entanto, permitem mais ousadia e até brincadeiras de sobreposição de colares; que também devem ser bem planejadas para evitar equívocos. Embora as peças de vestuário exijam uma análise mais profunda antes do uso (em função das características e proporções do corpo), vale lembrar que a definição do tipo e modelo de colar mais apropriado também é influenciada pelas formas da mulher – conforme exposto a seguir:

 

  • Pescoço curto e largo
    Deve preferir modelos longos e com pingentes que sigam essa impressão de alongamento, combinados com decotes mais abertos e verticais.

 

  • Pescoço longo e fino
    Modelos curtos e gargantilhas garante uma impressão de mais volume, sendo mais adequados para essa proporção alongada.

 

  • Busto volumoso
    Colares de comprimento médio (com comprimento entre a base do pescoço e a linha das axilas, por exemplo) são os mais indicados, combinados com decotes verticais e abertos.

 

  • Busto sem volume
    Os modelos que destacam volume da altura dos seios valorizam a mulher com essa característica, funcionando em combinações com golas altas e decotes fechados.

 

Para garantir acertos e looks elegantes, confira uma lista simples e objetiva dos tipos de colares que melhor combinam com os diferentes estilos de decote.

  • Arredondado
    Modelos longos ou curtos em formato U, que podem ser posicionados acima ou abaixo do decote.

decote-arredondado

  • Em V
    Modelos curtos ou gargantilhas.

decote-vdecote-v2

 

  • Assimétrico
    Preferir acessórios diferentes do colar, já que o decote assimétrico assume o papel de protagonista.

 

decote-ombro-a-ombro

  • Gola alta
    Modelos compridos são os mais indicados.

gola-alta

  • Gola de camisa
    Os modelos curtos de colar são os mais indicados, usados com os botões da camisa abertos ou fechados até o último botão.

gola-camisa

 

Imagens: Reprodução

Tomara que caia – As regras para usar sem errar

Confira dicas especiais para usar o tomara que caia de uma forma elegante e sem cair no mau gosto

 

Um clássico no guarda-roupa feminino há muitas décadas, o tomara que caia é uma peça que pode ser extremamente elegante quando usada da forma correta – mas também pode ser perigosa quando o tipo de corpo ou de combinação não é o mais adequando para o modelo, e cair na vulgaridade não é difícil quando a mistura do look não é feita de um jeito harmonioso.

As mulheres de seios fartos são as que mais sofrem e mais devem ficar atentas na hora de compor looks com o tomara que caia, e para quem tem esse tipo de corpo só é indicado investir na peça quando o modelo for bem estruturado e com sustentação firme na região do busto. Mulheres com ombros muito largos e as mais cheinhas também devem prestar atenção ao adotar o modelo, já que a ilusão de ampliação das formas pode desfavorecer o look.

Ficar de olho em alguns aspectos é fundamental na hora de escolher o tomara que caia ideal. São eles:

  • A peça deve cair perfeitamente no seu corpo, sem ficar apertada ou larga demais
  • Se o modelo causar a impressão de que os seios estão achatados ou “pulando para fora”, ele não é o mais adequado para você
  • Se a gordurinha abaixo das axilas ficar evidente demais, procure outro modelo
  • Se a peça não parar no lugar e for preciso que você fique a “levantando” o tempo inteiro, o caimento do modelo não está adequado

Vale lembrar que, embora haja looks extremamente elegantes e glamorosos com o tomara que caia, ele não é apropriada para ambientes de trabalho mais formais, e o modelo deve ser combinado com peças mais amplas e soltas para evitar o erro de cair na vulgaridade. Calças e saias amplas e compridas são boas opções para manter a elegância e o interesse, enquanto shortinhos e minissaias devem ser evitados.

Camisa feminina – O social em looks descontraídos

Saiba como usar a camisa feminina em looks despojados e interessantes

 

Considerada um grande coringa no guarda-roupa das mulheres, a camisa feminina já não é um sinônimo de formalidade nos dias de hoje. Tendo personalidades estilosas e criativas como fãs, a peça pode ser vista com cada vez mais frequência em looks despojados, abrindo espaço para combinações atípicas e interessantes que chamam a atenção pelos motivos certos.

Combinada com saias e calças sociais de materiais nobres em looks formais, a camisa feminina hoje é pareada com acessórios e peças mais básicas para criar visuais mais naturais e despreocupados com um toque de elegância – deixando o protocolo de lado e priorizando o estilo no lugar da formalidade.

Calças e saias de couro ou denim são algumas das peças-chave capazes de transformar combinações com as camisas sociais, e os shorts também entrem nesse grupo – provocando uma mistura de estilos quase opostos, mas alinhados. Sobreposições do modelo com vestidos também podem dar certo, sendo necessária a avaliação das proporções das peças para que o look favoreça quem opta por ele.

Acessórios variados também podem ajudar a dar ares mais básicos para uma peça tão clássica. Além de colares e brincos coloridos e de formas interessantes; lenços, calçados e até bolsas podem ganhar destaque e transformar looks compostos com camisas sociais – servindo como pontos focais divertidos em combinações que misturam peças básicas com o clássico.

Não exigindo tecidos nobres ou estampas tradicionais, as camisas femininas usadas em looks mais descontraídos podem ser escolhidas de acordo com o gosto pessoal e as formas específicas do corpo de cada pessoa – que deve ter critério na hora da escolha para definir o melhor caimento, cor, estampa, estilo e modelo para a sua silhueta e proposta de look com a camisa.

 

camisa-social-1-lualvespersonalstylist

camisas-social-2-lualvespersonalstylist

 

Imagens: Reprodução

Como usar coletes

Entenda como usar coletes da forma correta para tornar seus looks mais interessantes e o seu visual mais equilibrado

 

Tido como a terceira peça mais conhecida e popular no guarda-roupa feminino, o colete é uma ótima opção para dar charme e estilo a looks básicos e comuns. Capaz de ajudar a afinar a silhueta, a peça também pode provocar o efeito contrário quando usada de maneira equivocada e, por isso, é importante saber como usar coletes para incorporar a peça nas combinações sem errar.

O comprimento da peça escolhida influencia bastante na combinação e, mais uma vez, as mulheres de quadris largos e pernas grossas são as que mais precisam entender como usar coletes para não fazer feio na hora de montar um look. Enquanto os modelos que terminam no meio dos quadris devem ser evitados – por aumentar o volume da região -, os que acabam acima da linha dos quadris são os mais indicados para promover equilíbrio na silhueta.

Modelos escuros e acinturados são os mais indicados para quem busca um visual mais sequinho e elegante; assim como o que destacam pontas mais compridas na parte da frente, pois ajudam a alongar a silhueta. Cores claras e estampas amplas são indicadas para as mais magrinhas, promovendo uma ilusão de volume.

A peça usada por baixo do colete também deve ser levada em conta na hora de montar o look, e as mulheres com proporções muito diferentes entre tronco e pernas devem ficar atentas, pois blusas compridas demais combinadas com coletes muito curtos podem gerar visuais que não valorizam em nada as formas do corpo (e que destacam, ainda mais, os aspectos que deveriam ser “escondidos”).

Ainda considerados novos na atualidade, os modelos de colete com comprimento que chega até o chão são ideais para combinações com vestidos longos; e, para evitar erros, é uma boa ideia combinar esse tipo de peça com roupas também compridas sob o colete, como calças – deixando os looks compostos com shorts e saias para combinações com peças mais tradicionais.

 

coletes-1-lualvespersonalstylist

 

coletes-2-lualvespersonalstylist

 

Imagens: Reprodução