Category: blog

Jaqueta jeans – O básico mais popular e versátil

Entenda porque a grande maioria dos guarda-roupas têm a jaqueta jeans em posição de destaque

 

Vencendo até mesmo as jaquetas de couro na competição por popularidade, a jaqueta jeans é um exemplo perfeito do quão versátil pode ser uma peça extremamente básica no dia-a-dia das mulheres. Não indicada para ocasiões que exijam mais formalidade, como festas ou reuniões importantes, a peça pode ser usada em toda e qualquer situação informal – acrescentando uma pitada de interesse em combinações mais simples.

Hoje em dia, as modelagens são muitas e as mulheres podem encontrar a mais adequada ao tipo de corpo com certa facilidade, mas vale lembrar que modelos de jaqueta jeans como o oversized não são dos mais simples de combinar, e devem ser avaliados com critério pelas mais ousadas e de corpo bastante esguio (evitando provocar um efeito de ainda mais volume na silhueta das mais cheinhas).

A modelagem mais clássica, por outro lado – do tipo em que o comprimento vai até os ossos logo acima dos quadris – pode ser usada sem medo de errar, e tanto as peças mais claras como as mais escuras combinam com todo tipo de look. Vale lembrar que o bom senso deve estar sempre presente na hora de escolher peças mais detalhadas e diferentes, e as lavagens mais marcantes ou rebites mais chamativos devem ser avaliados com cuidado antes de serem comprados.

Podendo ser usadas, até mesmo, com looks mais sociais (como combinada com camisa e calça social, por exemplo) para dar um tom de informalidade à combinação, a jaqueta jeans se mostra como uma ótima opção para usar com vestidos, saias, shorts, calças soltas, mais justas ou de couro. Os tops mais diversos também podem fazer parte dos looks com a peça, que pode ser usada sobre sweaters, camisetas e até moletons.

 

jaquetajeans lualvesps

 

Imagens: Reprodução

Jaqueta de couro

Saiba mais sobre a versatilidade da jaqueta de couro e entenda porque ela pode ser usada em quase qualquer tipo de ocasião

 

Em qualquer estação do ano, ter uma terceira peça versátil e capaz de proteger o corpo de ventos mais gelados (ou, simplesmente, dar um charme especial às produções) é algo que pode economizar bastante tempo na hora de montar looks. A jaqueta de couro é, sem dúvidas, uma peça que se encaixa perfeitamente na descrição acima – sendo considerada um verdadeiro coringa por quem entende muito ou não entende nada do mundo da moda.

Podendo ser usada de dia e de noite, a jaqueta de couro também pode passear por locais que vão desde momentos de lazer até os ambientes de trabalho; contanto que isso seja permitido e o dress code da empresa seja mais informal. As ocasiões formais, aliás, são as únicas em que o modelo não é indicado – embora haja celebridades que já tenham combinado modelos tradicionais e atemporais com a peça (sem sucesso, vale acrescentar).

Enquanto o modelo conhecido como perfecto ou biker ganhou bastante espaço no guarda-roupa das antenadas ao longo da última década, são as modelagens mais compridas (que terminam em cima do osso dos quadris) as mais versáteis entre as jaquetas de couro; pois evitam que o corpo fique com uma aparência de “dividido em blocos”.

No quesito cor, a jaqueta preta é, claramente, a mais fácil de combinar e a mais usada nas ruas – tanto por mulheres como por homens. Mas isso não quer dizer que outras cores também não possam entrar nos looks com a jaqueta de couro, e vinho, caramelo, marrom, verde e azul também podem ser boas opções para ampliar a possibilidade de combinações.

O look básico de jeans e camiseta, por exemplo, é um que permite a combinação com quase qualquer modelagem da peça, incluindo as cropped, que terminam na altura da cintura. No entanto, também é possível compor looks superinteressantes e descolados misturando a jaqueta de couro com vestidos, saias, shorts, calças de tecidos diferentes e mais uma infinidade de peças de pegada mais informal ou até romântica (promovendo um contraste interessante).

 

 

Imagem: reprodução

Terceira peça: a chave para looks mais interessantes

Saiba como a terceira peça pode tornar suas combinações mais interessantes em todo tipo de ocasião

 

Muitas mulheres se esforçam para montar looks estilosos para o dia a dia, e nem sempre essa tarefa é simples, tendo em vista que (na maioria das vezes) as combinações mais básicas e fáceis do armário acabam sendo constantemente repetidas em função da falta de tempo ou criatividade na hora de se vestir. No entanto, uma terceira peça pode fazer maravilhas pelo seu estilo, facilitando composições mais interessantes e, principalmente, diferentes dos looks básicos de todos os dias.

Fácil de usar, a terceira peça pode ser usada em combinações de todos os estilos e modelos, agregando e até ajudando a melhorar a silhueta de acordo com as peças escolhidas. Blazers, casacos, jaquetas, cardigans, coletes, boleros, xales e quimonos são algumas das opções coringa para transformar os looks mais básicos.

Além de deixar o look mais interessante, a terceira peça permite que mais misturas de cores e texturas sejam exploradas, trazendo peças capazes de destacar looks totalmente usuais. Junto com isso, o uso dessa peça também é capaz de afinar a silhueta, e uma peça aberta (como um quimono, por exemplo) de comprimento no fim dos quadris consegue dar uma ilusão de alongamento ao corpo – principalmente, se for de cor mais escura e opaca que as peças que compõem o look básico usado por baixo.

Versátil, a terceira peça pode ser usada em todos os casos e, enquanto os casacos, jaquetas, blazers e cardigans conferem mais interesse e elegância em climas um pouco mais frios; peças mais leves como coletes e quimonos são capazes de deixar os looks básicos mais descontraídos em tempos de clima mais quente.

 

looks2 lualvesps

 

looks3 lualvesps

Como usar casacos

Aproveite a chegada do frio e entenda como usar casacos para deixar seus looks de inverno mais interessantes

 

A proximidade do inverno faz com que as roupas mais quentinhas e pesadas comecem a ocupar espaços de destaque no guarda-roupa, e saber como usar casacos é essencial para montar looks interessantes na estação mais fria do ano.

Embora haja mulheres ainda não deem muita importância à peça na hora de escolher o que vestir, vale lembrar que a escolha do modelo certo pode ser decisiva para acrescentar elegância às suas combinações, e entender como usar casacos que favoreçam as formas do seu corpo é o primeiro passo para não errar na hora de “esquentar” os looks.

Para quem busca versatilidade, casacos de cores mais básicas e neutras como preto, off-white, azul-marinho, caramelo e bege são verdadeiros coringas, e quem quer fugir de looks que deixem o corpo mais amplo deve ficar longe de modelos com ombreiras ou cortes quadrados demais – enquanto as mulheres de quadris largos e as mais baixinhas podem ser favorecidas com modelos de comprimento pouco acima do osso do quadril.

Embora haja diferentes comprimentos da peça que possam cair bem em pessoas com biótipos distintos, vale lembrar que também há algumas regras básicas para entender quais são as melhores formas de casaco para determinados tipos de corpo, e, a seguir, você confere um guia básico para não errar na hora de escolher o modelo mais apropriado.

  • Corpo retangular
    Casacos acinturados são os mais indicados, e modelos acinturados com ombreiras ou detalhes nos ombros – assim como os modelos trench-coats usados fechados ou com as tiras amarradas em laço nas costas, casacos que se abrem em A a partir da cintura, entre outros.
  • Corpo ampulheta
    Os modelos mais retos com um leve acinturado ficam mais adequados nas mulheres de corpo ampulheta, e os ombros do casaco devem ser mais simples e sem detalhes.
  • Corpo oval
    O comprimento um pouco acima do quadril (em cima dos ossinhos do quadril) e o modelo acinturado são os mais indicados para quem tem o corpo oval. Modelos curtos e quadrados, largos e retos ou que acabam no meio dos quadris devem ser evitados.
  • Corpo triângulo
    Ombros estruturados e comprimento em cima do osso do quadril são os que mais valorizam a silhueta, ao contrário dos casacos muito curtos ou dos que tem comprimento abaixo e no meio do quadril.
  • Corpo triângulo invertido
    Os ombros não devem ser estruturados ou com detalhes, evitando realçar ainda mais uma parte do corpo que já é mais ampla, e os modelos curtos demais também devem ser deixados de lado – dando espaço para modelos que terminem acima dos quadris.

 

Alguns casacos

 

trenchcoat lualvesps

 

casacos lualvesps

 

casacos curtos lualvesps

 

 

casacos v lualvesps

Como usar botas

Entenda como usar botas de diferentes modelos valorizando os seus looks e silhueta

 

Capazes de diferenciar looks mais básicos e de favorecer a silhueta, quando usadas de maneira correta, as botas estão entre os modelos de calçado favoritos da maioria das mulheres. Mas é preciso saber como usar botas para incluir o item no look sem erros, pois, da mesma forma que elas podem valorizar uma combinação, também podem fazer dela um verdadeiro desastre.

Como já era de se esperar, as mulheres de pernas mais grossas devem ser as principais interessadas em entender ao certo como usar botas; já que optar por modelos que cubram os tornozelos (ankle boots) ou que terminem na parte mais grossa da perna é a garantia de uma silhueta achatada e ampla.

Mas isso não quer dizer que as mulheres de pernas grossas não possam usar, com critério, a boa e velha combinação de bota por cima da calça – contanto que bota e calça sejam da mesma cor ou cores bem próximas. Isso cria uma ilusão de silhueta mais longa, e esse é um truque que as baixinhas também podem usar para alongar as formas do corpo.

Para quem gosta de usar botas com saias e vestidos a regra é a mesma, e quanto mais próximas forem as tonalidades da bota e da meia calça, maior será o alongamento na silhueta. Vale lembrar que modelos de salto e bico fino também ajudam a causar esse efeito, enquanto as de bico arredondado causam a impressão contrária.

No caso das mulheres de pernas mais finas e corpo mais esguio, quase tudo está liberado, e tanto as ankle boots como as thigh high boots ou over the knee (botas que vão até acima do joelho) podem entrar no armário.

Shorts curtos, minissaias e vestidos curtos são algumas das opções que caem bem nas mulheres altas e magras que apostam nas thigh high boots, assim como as skinnies – indicadas para todos os casos em que o look tiver uma bota vestida por cima da uma calça.

 

Ankle boot

ankle boots lualvesps

 

Montaria

montaria lualvesps

 

Cano médio

cano medio lualvesps

 

Thigh hight boots ou Over the knee

over the knee lualvesps