Colorimetria Pessoal: As cores a seu favor!

A magia da colorimetria pessoal no estudo das cores que realçam nossas qualidades. Veja como a colorimetria pessoal pode ser importante na sua vida

Parece um pouco complexo, mas se vestir bem vai muito mais além do que você pode ou não comprar para o seu guarda-roupa. Para tanto, entender alguns fatores importantes na hora de escolher as peças certas para estar bem vestida, podem trazer muito mais brilho e auto-estima para o seu dia-a-dia. Nesse artigo vamos falar de colorimetria pessoal, ou seja, o estudo das cores em favor do ser humano.

A colorimetria pessoal é a ciência que estuda a percepção das cores em nossa pele. Pode parecer desnecessário, mas incorporar as cores certas em suas roupas é um passo essencial para criar um estilo próprio e atual. O que muita gente não sabe, é que a escolha de tons errados traz não só problemas com a sua produção, mas também deixa impressões ruins, como de um aspecto cansado, menos atraente.

Como as cores influenciam na nossa vida?

Os exemplos de situações onde a cor tem total influência na nossa rotina são inúmeras e, as vezes, passam até despercebidas. Por exemplo, até depois de um sono bem dormido somos surpreendidos com aquela perguntinha se estamos cansados ou abatidos. Isso normalmente acontece quanto estamos utilizando tons que realçam as imperfeições do nosso rosto. Estudos já comprovam que quando as cores erradas estão próximas ao rosto, todos os aspectos negativos, como rugas e mancham, se sobressaem.

O mesmo acontece em situações opostas, quando escolhemos corretamente uma tonalidade e recebemos elogios de estar bem e bonito, sem nem ao menos ter feito nada de diferente ou especial. O que acontece é que nossa percepção é muitas vezes natural, mas não estamos treinados para saber diferenciar e escolher aquilo que fortalece a nossa imagem. Por isso, a consultoria de imagem vem ajudando as pessoas na evolução da auto-estima e ensinando como utilizar as ferramentas que realcem suas qualidades.

Se eu gosto de uma cor e ela não combina comigo?

Vale dizer que a colorimetria pessoal não irá proibir que utilizemos as cores que gostamos mas não combinam com a nossa pele. Com uma pequena mudança de tons, uma diferença na maquiagem e até na montagem do look, é possível aproveitar as cores que você gosta sem deixar de explorar os seus pontos positivos.

A colorimetria pessoal em sua estrutura metodológica!

Existem diversos métodos desenvolvidos para encontrar as cores ideais para uma determinada pessoa, mas o mais conhecido é o método das 12 estações. Ele consiste simplificadamente na divisão das quatro estações do ano: outono profundo, puro e suave, inverno profundo puro e intenso, primavera clara, intensa e pura e verão claro, suave e puro. Através dessa técnica e a determinação do seu tipo de pele, quente, fria ou neutra será escolhida o conjunto de cores, dentro de uma cartela, para testar quais cores combinam com seu tom de pele, olhos e cabelos.

As variações são enormes, dando um certo trabalho para identificar com eficiência quais são os tons que irão trazer mais vida e brilho. Por isso, a ajuda de uma personal stylist se torna indispensável nessa tarefa.

As cores também tem vida, saiba como escolher as cores certas para o seu dia a dia

O que as pessoas também acabam não entendendo, é que além da colorimetria pessoal ser a identificação das cores que fazem parte da sintonia com a sua pele, é importante também compreender como e onde devemos usá-las. Afinal, as cores também são capazes de transmitir mensagens. Por exemplo, se o vermelho cai bem pra você, não é muito aconselhável que seja usado em uma entrevista de emprego, pois pode exceder a mensagem procurada naquela circunstância. Portanto, o cuidado com as cores vai de sintonia, bom gosto até como utilizá-las da forma correta.

Deixe uma resposta